A Nobre casa de Guedes

Este blog não poupará as mentiras de Nobre Guedes e os crimes da rede que anos a fio mercadejou ruínas, terrenos e almas, de forma absolutamente impune. A legalidade exemplar de Guedes é um exemplo vergonhoso de violação das leis, do decoro e da inteligência. A cultura de poder deste turiferário da extrema-direita fede e a prosápia nauseia. Leia este blog com lenço à mão...

25.12.04


«Não sou um bandido», diz Nobre Guedes


Esta declaração merece boa atenção.Guedes usa as palavras com grandes lapsos freudianos (só tem um rival perigoso: Santana!). E perde a cabeça como fazem os putos queques e mimados, que não suportam ser contrariados.Tem fúria litigante, pelo que face à contrariedade rapa da pena de pato e ameaça chatear com tribunais.
Vejam esta notícia da TSF online ( 12:28 / 24 de Dezembro 04 ):

O Ministro do Ambiente admite processar o jornal «Expresso» por causa da notícia sobre uma autorização secreta para a co-incineração na cimenteira de Outão, na Serra da Arrábida. Nobre Guedes diz que não é um bandido. O PS defende que o Governo não devia ter vergonha de utilizar este método. O ministro do Ambiente, Nobre Guedes, diz que nada foi feito em segredo e por isso considera que se trata de uma ofensa a notícia, publicada esta sexta-feira, no semanário «Expresso».

«Não sou nenhum bandido, nem nenhum mafioso, que decide as coisas em segredo», afirmou Nobre Guedes, adiantando que lhe foi assegurado que tudo foi tratado da melhor maneira em termos ambientais quando ao tratamento de resíduos.

«Esta semana foi má para o PS e para o engenheiro Sócrates em termos de resíduos, porque tomámos medidas importantes que não gostaram e portanto é normal, quem está na política tem que aceitar estas sequelas e saber reagir», adiantou".

A estes dislates respondeu Silva Pereira, do PS:

"Governo não devia ter vergonha de fazer co-incineração

Pedro Silva Pereira, porta-voz do PS, faz um reparo crítico a Nobre Guedes. O Governo não devia ter vergonha de fazer co-incineração.

«O problema é o secretismo com que foi tomada esta decisão de começar a fazer co-incineração de resíduos na Arrábida. Se o ministro do Ambiente faz tantas conferências só para anunciar que mandou estudar isto ou aquilo, como se isso resolvesse algum problema, porquê que logo agora com a co-incineração de resíduos na Arrábida o senhor ministro se esqueceu de anunciar o que estava a fazer?»

Pedro Silva Pereira lembrou ainda que o PS considera a co-incineração um método seguro, desde que realizada de acordo com as normas ambientais.

«O senhor ministro não precisa de ter vergonha de fazer co-incineração», adiantou".

É de acrescentar que devia ter cuidado ao lançar o debate público sobre se é ou não bandido. As opiniões dividem-se muito sobre essa delicada matéria...